A pontualidade no setor industrial não é um diferencial, é um requisito básico. Uma cadeia de ações, seja B2C ou B2B depende do cumprimento dos processos do planejamento e controle da produção. O chamado PCP.

Diversos fatores estão envolvidos, desde a disponibilidade de recursos até a motivação do time. Assim, como um gestor industrial pode melhorar seu PCP? Veja algumas dicas que poderão fazer a diferença no seu dia a dia em nosso artigo!

O que é planejamento e controle da produção (PCP)?

Apenas para uma rápida contextualização, o PCP é o que gerencia os recursos necessários para o processo produtivo. Geralmente, há uma divisão específica nas empresas responsável por esse controle.

Então, de acordo com os produtos que precisam ser produzidos, é possível programar os recursos conforme cada etapa do que chamamos de cadeia produtiva. Isso é muito importante!

Também é característica do PCP identificar falhas que tenham, por exemplo, aumentado o tempo total na linha de produção. Qualquer alteração pode significar prejuízo, por isso é uma área muito estratégica.

É possível, de uma forma macro, dividir o PCP em 3 etapas:

Planejamento

Aqui são definidos os itens a serem produzidos, levando em consideração quanto será necessário de cada insumo. Desse modo, é importante estabelecer relações entre Compras e Estoque. A compra antecipada de matéria-prima pode ser muito vantajosa para o seu negócio!

Mas, recursos não envolvem apenas matéria-prima. As skills dos colaboradores e a distribuição dos equipamentos pela fábrica podem ser decisivos para a melhora do PCP.

É importante analisar a qualificação e os treinamentos recebidos pelos colaboradores responsáveis pelos processos. Com isso, organizar o espaço físico evitando ao máximo longos trechos entre uma etapa e outra.

Acompanhamento

Depois de iniciada a execução do planejamento, é necessária uma checagem constante de cada etapa. Tal levantamento poderá ser realizado pelo próprio time que executa a tarefa, indicando se as expectativas foram cumpridas e, se não, identificar o motivo.

Análise

É neste momento em que as falhas devem ser estudadas por uma equipe multidisciplinar da empresa. O intuito é que os dados levantados durante o acompanhamento possam ser utilizados para aprimorar a próxima etapa de produção, desde o planejamento.

Vale dizer que, muitas vezes, as falhas podem ser corrigidas durante o processo. Se durante as checagens já for possível corrigir, não perca tempo! Parar a linha de produção por alguns minutos, por exemplo, pode ser mais viável do que encarar um número expressivo de produtos defeituosos ou não-conformes.

Como realizar o planejamento e controle da produção

Pense que o PCP precisa responder a algumas perguntas para ser realizado da melhor forma possível:

• O que e quanto produzir ou comprar?

• Onde e como produzir?

• Quando produzir ou comprar?

• Com o quê produzir?

• Com quem produzir?

Para respondê-las, as atividades específicas da equipe de PCP se dividem em:

Previsão da demanda: relação de dados estatísticos com alguns dados subjetivos que ajudarão a gestão a visualizar a quantidade de material e recursos humanos necessários para o período analisado.

Planejamento da capacidade de produção: ao prever a capacidade produtiva em médio e longo prazos, é possível analisar se será necessário ajustá-la, reduzindo-a ou aumentando-a.

Planejamento agregado da produção (PAP): em geral prevê o ano seguinte, considerando não só materiais e recursos humanos, mas também serviços logísticos e estoque.

Programação mestra da produção (PMP): é o detalhamento de como a produção vai ocorrer. Qual colaborador, qual máquina, em quanto tempo, quanto de matéria-prima; assim é possível analisar, de acordo com a demanda de cada período programado, como se dará a rotina de produção.

Programação detalhada da produção (PDP): fica a cargo dos gerentes da fábrica que vai definir como exatamente a fábrica vai operar para atender as etapas de planejamento anteriores.

Logo, quando o PDP entrar em ação, entram também as ações de acompanhamento e análise que citamos anteriormente, garantindo a eficiência de cada setor.

PCP é sinônimo de constante evolução

Percebe a importância do PCP para o sucesso de uma empresa? É interessante, por isso, considerar políticas de valorização, via Recursos Humanos, para que as pessoas envolvidas nesse fluxo sejam reconhecidas. E até mesmo auxiliem na qualificação de mais profissionais.

Dê atenção ao seu fluxo de produção. Cada detalhe pode ser fundamental para fazer com que sua empresa aprimore a cadeia produtiva e gere melhores resultados.

Gostou do artigo dessa semana? Inscreva-se em nossa newsletter e receba conteúdo relevante semanalmente!

Fonte: SebraePortogenteNag.